Modelos de Piscinas

Sem dúvida, ter uma piscina é uma fonte de lazer e entretenimento, e a quantidade de modelos de piscinas disponível oje no mercado é uma vantagem à favor do consumidor. Mas antes de escolher entre os modelos disponíveis, é necessário considerar uma série de fatores: elaborar um projeto de acordo com o formato que deseja, seja ele retangular, retangular com escada, oval, redonda, infantil, com degraus, sem degraus etc., a área que o usuário vai disponibilizar, os materiais envolvidos, além de pesquisar valores e preços. Neste artigo, daremos à você uma série de dicas úteis na hora de escolher o seu modelo de piscina.

modelos de piscinas 1

Piscina residencial simples arredondada de vinil

Tipos de piscinas

Atualmente o mercado conta com uma série de modelos de piscinas, marcas, e materiais. Para você que deseja instalar uma em sua casa ou condomínio, o primeiro passo é escolher o tipo de piscina que será empregado no seu projeto. Os principais tipos comercializados atualmente são:

  • Piscinas de Vinil - apresenta baixo custo e de fácil manutenção, estrutura mais leve, impermeável, e sua forma e construção não tem limite de tamanho, podendo-se criar quase quaisquer formas e modelos de piscinas desejados. Recomenda-se entre 0,6 mm e 0,8 mm de espessura (esta mais grossa para piscinas aquecidas). É possível reparos no vinil com vinil e cola sem alterar o seu funcionamento;
  • Piscinas de Fibra - Podem apresentar valor de até duas vezes mais que as de vinil. Recomendada para terrenos firmes, com pouco aterro. A instalação é rápida e tem durabilidade de até 15 anos (com todos os cuidados e manutenção necessários). Tem borda de segurança rebaixada e com anti-infiltração;
  • Piscinas de Alvenaria - recomendada para terrenos firmes – deve-se ter uma análise do solo antes da execução da obra. Caso o terreno seja maleável, o reforço com outra(s) estrutura(s) poderá deixar a construção mais cara. Pode ter revestimento de pastilhas, massa de cristal, vinil, manta de PVC e azulejos;
  • Piscinas de Concreto - usadas para todos os tipos de terreno – arenoso, aterro, lençol freático – com durabilidade longa, de até 30 anos. É o material mais caro, ou seja, de custo mais elevado e chega a custar até quatro vezes mais que os outros modelos. Porém, há uma vantagem: pode-se escolher o tamanho e a forma desejados, e o formato com a maior resistência aos esforços de empuxo, quando se for esvaziar a piscina para eventual manutenção.

Fotos de modelos de piscinas

Após escolher o material no qual será feita sua piscina, o próximo passo é escolher o modelo de piscina propriamente dito, ou seja, a forma e as dimensões da sua piscina. Para lhe ajudar nesta tarefa, separamos para você algumas fotos de diferentes modelos de piscinas disponíveis no mercado.

Tirando o modelo de piscina do papel

Após escolher entre os diversos modelos de piscinas, chegou a hora de planejar a execução da sua piscina.É necessário este investimento inicial, para não ter problemas durante e/ou depois das obras. Alguns especialistas recomendam que para uma área de lazer além do espaço da piscina (mesinhas, cadeiras, espreguiçadeiras), deve-se disponibilizar o dobro de espaço, por exemplo: para uma piscina de 20 m2, uma área total de 40 m2. Nunca se deve esquecer o fator “sol”: onde ele nasce e onde ele se põe, afinal, não adianta construir uma piscina sem saber sua posição.

O recomendável de profundidade para adultos é entre 1,30 e 1,40 metros (na parte funda). Para crianças, o bom é optar por modelos de piscinas entre 0,40 e 0,50. Contratar um bom profissional para auxiliá-lo nesse projeto arquitetônico é importantíssimo, ter referências sobre ele já é um grande passo, pois ele o orientará na construção e nas instalações elétricas e hidráulicas.

Deixe seu comentário, crítica ou sugestão.